Ribimagem

Nosso Endereço

Localização Ribimagem

Espaço Físico

Rua Eliseu Guilherme, nº 09,
Jd. Sumaré.
Ribeirão Preto - SP - Brasil

Atendimento de 9h às 18

Segunda à Sexta

AGENDE SEU EXAME

(16) 34433252, (16) 35194444
Whatsapp - (16) 997977261

Exames

  • Transvaginal para pesquisa de endometriose profunda

    Realizado por via endovaginal semelhante ao exame ginecológico. Serve para avaliação de órgãos pélvicos, útero e ovários. Não é necessário que a bexiga esteja repleta. Durante o exame a paciente permanece em decúbito dorsal e é utilizado preservativo para revestir o transdutor, bem como gel para o contato com o transdutor (aparelho).

    A utilização do preparo intestinal aumenta a sensibilidade do exame para a detecção de focos de endometriose profunda junto aos órgãos pélvicos.

    O uso de cremes vaginais ou a menstruação não impedem ou atrapalham a realização do exame.

    Preparo: no dia anterior tomar 03 comprimidos de Ducolax às 18 horas.
    Fazer dieta leve no jantar e jejum de 5 horas.
    No dia do exame fazer lavagem com FleetEnema 3 horas antes do exame.

    Atenção: nos exames que necessitam de jejum, as medicações de uso rotineiro devem ser tomadas normalmente. A exceção deve ser feita em pacientes diabéticos que devem tomar cuidado com o uso de remédios hipoglicemiantes em jejum.
     

  • Obstétrica com Doppler

    Realizado para avaliação do bem estar fetal por meio do estudo Doppler do fluxo de sangue para o cordão umbilical (artéria umbilical) e intra-craniano (artéria cerebral média). Pode ser avaliado também o padrão de fluxo nas artérias uterinas. Durante o exame a paciente permanece em decúbito dorsal e é utilizado gel para o contato entre o transdutor (aparelho) e a pele.

    Preparo: não necessita de preparo.
     

  • Obstétrica morfológica (segundo trimestre)

    Realizado para avaliação da morfologia fetal detalhada no segundo trimestre da gestação, por volta de 22-24 semanas. Durante o exame a paciente permanece em decúbito dorsal e é utilizado gel para o contato entre o transdutor (aparelho) e a pele.

    Preparo: não necessita de preparo.

  • Obstétrica com medida da translucêncianucal

    Realizado no primeiro trimestre da gestação para avaliação de risco e rastreamento principalmente da cromossomopatias (sendo a síndrome de Down a mais frequente), por intermédio da medida de uma prega subcutânea presente na região da nuca do embrião(translucêncianucal). A maior parte das vezes o exame é feito por via abdominal e a paciente permanece em decúbito dorsal, sendo utilizado gel para o contato entre o transdutor (aparelho) e a pele.

    Atenção: deve ser realizado impreterivelmente entre 11 semanas e 13 semanas e 6 dias ( a medida da translucêncianucal só é validada nesse período gestacional).
    Preparo: bexiga parcialmente repleta.

  • Obstétrica

    Realizado para avaliação do embrião/feto nas diversas fases da gestação. Durante o exame a paciente permanece em decúbito dorsal e é utilizado gel para o contato entre o transdutor(aparelho) e a pele.

    Preparo: bexiga parcialmente repleta apenas para gestações inferiores a 12 semanas.
     

  • Pélvica transvaginal/ginecológica com Doppler

    Realizado por via endovaginal semelhante ao exame ginecológico, porém mais rápido e com menor desconforto. Serve para avaliação de órgãos pélvicos, útero e ovários. Não é necessário que a bexiga esteja repleta. Durante o exame a paciente permanece em decúbito dorsal e é utilizado preservativo para revestir o transdutor, bem como gel para o contato com o transdutor (aparelho).

    O uso de cremes vaginais ou a menstruação não impedem ou atrapalham a realização do exame. Diante da suspeita clínica de pólipo, o exame deve ser feito preferencialmente entre o 6º e o 10º dia do ciclo. O Doppler é um recurso do ultrassom que serve para avaliar as estruturas vasculares da pélvicas e o padrão de vascularização de nódulos/cistos, quando presentes.

    Preparo: não necessita de preparo.
     

  • Pélvica transvaginal/ginecológica

    Realizado por via endovaginal semelhante ao exame ginecológico, porém mais rápido e com menor desconforto. Serve para avaliação de órgãos pélvicos, útero e ovários. Não é necessário que a bexiga esteja repleta. Durante o exame a paciente permanece em decúbito dorsal e é utilizado preservativo para revestir o transdutor, bem como gel para o contato com o transdutor (aparelho).

    O uso de cremes vaginais ou a menstruação não impedem ou atrapalham a realização do exame. Diante da suspeita clínica de pólipo, o exame deve ser feito preferencialmente entre o 6º e o 10º dia do ciclo.

    Preparo: não necessita de preparo.
     

  • Pélvica/ginecológica

    Realizado por via abdominal para avaliação de órgãos pélvicos femininos, incluindo bexiga, útero e ovários. Necessário que a bexiga esteja repleta. Durante o exame o paciente permanece em decúbito dorsal e é utilizado gel para o contato entre o transdutor (aparelho) e a pele.

    Preparo: tomar quatro copos de água 1 hora antes do exame (no momento do exame a bexiga deve estar cheia).
     

  • Mamária com Doppler

    Realizado para avaliação das mamas, incluindo o rastreamento de nódulos e cistos. Pode ser realizado nos casos alterações palpadas no exame clínico ou em complemento ao exame de mamografia. O Doppler é um recurso do ultrassom que serve para avaliar o padrão de vascularização de nódulos mamários, quando presentes. Durante o exame é utilizado gel para o contato entre o transdutor (aparelho) e a pele.

    Preparo: não necessita de preparo.
     

  • Mamária

    Realizado para avaliação das mamas, incluindo o rastreamento de nódulos e cistos. Pode ser realizado nos casos alterações palpadas no exame clínico ou em complemento ao exame de mamografia. Durante o exame é utilizado gel para o contato entre o transdutor (aparelho) e a pele.

    Preparo: não necessita de preparo.